No templo de Salomão

Já tive o privilégio de estar em igrejas muito antigas, muito importantes para a Igreja Católica, para a cultura ocidental. À parte a admiração arquitetônica e a sensação de solenidade imposta pelo peso dos anos, confesso que este infeliz descrente jamais provou algo parecido com uma elevação mística ou um chamado espiritual nesses sagrados espaços. Pois bem, mudemos de cena.

É claro que eu já havia ouvido falar do Templo de Salomão da Igreja Universal, inaugurado há pouco aqui em São Paulo. Sei lá por que, no entanto, eu tinha a impressão de que ficava na zona leste, e nunca me veio a curiosidade de checar o endereço para eventual visitinha. Provavelmente devo ter lido de passagem a respeito de sua localização, mas não assimilei o dado de que o templo fica no Brás, muito perto do meu local de trabalho.

Nesta semana, forçado a percorrer caminho ligeiramente distinto de minha rota habitual, deparei-me, em total surpresa, com AQUILO. Eu realmente não esperava, não estava pronto. No meio do centro velho paulistano, de repente se interrompe o comércio de lojinhas, findam-se as ruas estreitas, para surgir construção de inescapável magnitude, imperiosa sobre o caos urbano, escancarando a distinção entre o mundano e o Elevado.

Boquiaberto, provei o sentimento de pequenez humana perante o Mistério, a prostração necessária do pecador quando vislumbra – por meio de signo muito concreto, material, mas diretamente inspirado pelos céus – o que lhe é superior e está além de seus sentidos. A humildade e a contrição, quando se reconhece o divino, são a resposta imediata, a única possível. Juro, por longos minutos fiquei realmente emocionado.

Que posso fazer, muitos relatam ter sentido coisa parecida na basílica de São Pedro, na capela Sistina, contemplando o Moisés de Michelangelo… Comigo foi diante do monumento do sr. Edir Macedo. Ai de mim! Suponho que cada um tem a epifania religiosa que merece.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s